O SENTIDO DA PALAVRA ÍNDIO EM UM LIVRO DIDÁTICO DO ENSINO FUNDAMENTAL

  • Francisco Benevides UESB- Universidade Estadual do Sudoesta da Bahia
Palavras-chave: Índio; Estereótipos; Livro didático; Sentido; Acontecimento.

Resumo

Neste trabalho, realizamos análises em dois excertos retirados de um livro didático do 9º ano do Ensino Fundamental, “Português Linguagem”, com o objetivo de identificar os sentidos da palavra “índio” nele constituídos. A nossa hipótese inicial de pesquisa é que os textos encontrados no livro didático, constituinte do corpus, poderiam demonstrar tanto lugar social defensor do respeito à diversidade, quanto aqueles reiteradores do preconceito contra o índio, ou seja, memoráveis que remontam registros históricos que constituem sentidos de exclusão social do índio. Esta pesquisa está filiada à Semântica do Acontecimento (SA), proposta por Eduardo Guimarães (2002), o qual entende que os sentidos se constituem no acontecimento do dizer. Tendo em vista a concepção de não-transparência da língua, a teoria da SA possibilita observar sentidos e relações entre termos linguísticos de um texto a partir das relações históricas. Deste modo, com base nos conceitos e procedimentos analíticos da Semântica do Acontecimento, durante nosso percurso metodológico de análise consideramos os procedimentos enunciativos de produção de sentido – a reescrituração e a articulação; a construção de um DSD (Domínio Semântico de Determinação) e a temporalidade.

Referências

REFERÊNCIAS


BRASIL. Decreto nº. 9214, de 15 de dezembro de 1910. Disponível em: . Acesso em:10 Jan. 2019.

BRASIL. Lei nº 6.001, de 19 de dezembro de 1973. Disponível em: . Acesso em: 10 Jan. 2019.

BRASIL.PNLD 2017: língua portuguesa – Ensino Fundamental anos finais / Ministério da Educação – Secretária de Educação Básica SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretária de Educação Básica, 2016.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituição.htm>. Acesso: 20 de Nov. 2018.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394, 20 de dezembro de 1996. Disponível em: . Acesso em: 12 dez.2018.

CAMINHA, Pero Vaz de. A carta. (1500). Disponível em: . Acesso em: 25 Set. 2018.

CEREJA, W. R. e MAGALHÃES, T. C. Português: Linguagens. (9º ano). São Paulo: Editora Saraiva, 9ª edição reformulada, 2015. (9º ano).

CUNHA, Manuela Carneiro da. Índios no Brasil: história, direitos e cidadania — 1a ed. São Paulo: Claro Enigma, 2012.

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS. Assembleia geral das nações unidas em Paris. 10 dez. 1948. Disponível em: por>. Acesso em: 26 Nov. 2018.

GUIMARÃES, Eduardo. Semântica do acontecimento. Campinas-SP: Pontes. 2002

______. A enumeração: funcionamento enunciativo e sentido. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, v. 51, n. 1, p. 49-68, 2009.

______. Análise de texto: procedimentos, análises, ensino. Campinas, SP: Editora RG, 2011.

______. Política dos sentidos assimétricos ética e espaço de enunciação. In: OLIVEIRA, ROSIMAR R.R. (org.); OLIVEIRA, Sheila E. (org.); RODRIGURES, Marlon L. (org.); KARIM, Taisir M. (org.). Linguagem e significação: práticas sociais - volume 2.Campinas, SP: Pontes.2018.

_____. Espaço de enunciação, cena enunciativa, designação. Revista
Fragmentum nº40.Universidade Federal de Santa Maria.SantaMaria.2014. Disponível em:. Acesso em 01 de Mai 2019.

IHERING, Hermann von. A questão dos índios no Brazil. Revista do Museu Paulista. vol. VIII, p. 112-140. São Paulo: Typographia do Diario Official. 1911. Disponível em . Acesso em: 20 Abr. 2019.


LESTRINGANT, F. O Brasil de Montaigne. Revista De Antropologia, 49(2), 515-556. Disponível em:. Acesso em: 25 Fev 2019.

RIBEIRO, Darcy. Os índios e a civilização: a integração das populações indígenas no Brasil moderno. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017.

STEPHANOU, Maria e BASTOS, M.H. Câmara. Histórias e memórias da educação no Brasil. Rio de Janeiro. Vozes. V1,2005.
Publicado
2020-11-12
Como Citar
Benevides, F. (2020). O SENTIDO DA PALAVRA ÍNDIO EM UM LIVRO DIDÁTICO DO ENSINO FUNDAMENTAL. Revista DisSoL - Discurso, Sociedade E Linguagem, (11), 37-53. https://doi.org/10.35501/dissol.vi11.764