O ensino de Geometria em tempos de matemática moderna em Minas Gerais

  • Thiago Neves Mendonça Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) - Campus Ouro Preto
  • Maria Cristina Araújo de Oliveira Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Resumo

O presente artigo discute marcas do Movimento da Matemática Moderna (MMM) presentes em materiais utilizados e/ou confeccionados pela professora Myriam Boardman de Oliveira, durante sua atuação no ensino primário mineiro entre as décadas de 1960 e 1980. Os resultados evidenciam o estudo das figuras geométricas com nuances de teoria dos conjuntos, sobretudo pela linguagem; com noções e princípios representativos do MMM como a correspondência biunívoca, a precisão da linguagem e a justificativa de propriedades. Contudo, embora a iniciação à Geometria por meio de uma abordagem topológica tenha sido uma das propostas importantes da Matemática Moderna para os primeiros anos escolares, esta perspectiva não parece ter repercutido. A Geometria euclidiana estudada com atividades de construção com régua, compasso, transferidor, o recurso aos materiais didáticos ou manipuláveis – planificações, entre outros – transformou o modo como a Geometria era ensinada/aprendida.

Biografia do Autor

Thiago Neves Mendonça, Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) - Campus Ouro Preto
Mestre em Educação Matemática pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Professor efetivo em Educação Matemática pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Maria Cristina Araújo de Oliveira, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC - SP). Pós Doutora pela Université de Paris Sud XI. Professora associada do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Juiz de Fora, membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática. Pesquisadora do GHEMAT - Grupo de Pesquisa de História da Educação Matemática (www.unifesp.br/centros/ghemat) e do NIDEEM - Núcleo de Investigação, Divulgação e Estudos em Educação Matemática.
Publicado
2019-06-25
Seção
Número Temático