O saber profissional do professor que ensina matemática: considerações teórico-metodológicas

  • Eliene Barbosa Lima Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Wagner Rodrigues Valente

Resumo

Neste artigo, analisamos uma possibilidade teórico-metodológica para uma historiografia que trata dos processos de profissionalização dos professores que ensinariam matemática em diversos contextos brasileiros. Em específico, tratamos dos saberes a ensinar e saberes para ensinar, os quais vêm sendo mobilizados pelo GHEMAT para teorizar sobre uma matemática a ensinar e matemática para ensinar, que podem ser estabelecidas a depender das interrogações do pesquisador, consoante com o aparato teórico-metodológico escolhido. Consideramos que tal opção como possível, mediante a um crescente diálogo do historiador da educação matemática com a História Cultural. 

Biografia do Autor

Eliene Barbosa Lima, Universidade Estadual de Feira de Santana
Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual de Feira de Santana, Mestrado e Doutorado em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela Universidade Federal da Bahia/Universidade Estadual de Feira de Santana. Atualmente é professora adjunta do Departamento de Ciências Exatas da Universidade Estadual de Feira de Santana. Tem experiência na área de Educação Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: história da matemática e do seu ensino, notadamente na história e ensino do cálculo e da álgebra; bem como na história do livro didático de matemática e da formação do professor que ensina matemática.
Publicado
2019-06-25
Seção
Número Temático