Modernização do estado de Mato Grosso: reformas da educação pública primária (1920-1950)

Margarita Victoria Rodríguez, Silvia Helena Andrade de Brito, Maria Angélica Cardoso

Resumo


O artigo aborda as reformas da educação pública primária instituídas no Brasil no período 1920-1950, e suas repercussões na estrutura organizacional e no processo de institucionalização do ensino primário em Mato Grosso, identificando a relação existente entre as políticas nacionais de educação e seus desdobramentos regionais. Para tanto, foram coletadas e analisadas normas legais (regulamentos e regimentos), relatórios e discursos de ministros e dos governadores. O resultado do estudo comparativo dos regulamentos que organizavam a educação pública do estado de Mato Grosso dos anos de 1910, 1927 e 1951, evidencia que houve nas propostas de reformas educativas do estado uma sintonia com os ideais de educação republicana, fundamentados na educação laica, gratuita e obrigatória, dado que foram incorporados na legislação os princípios e modelos educativos praticados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, considerados como cânones de progresso na organização e atualização curricular.


Texto completo:

Rodríguez


DOI: http://dx.doi.org/10.24280/ape.v3i9.414

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Argumentos Pró-Educação, Pouso Alegre, MG, Brasil - ISSN: 2448-2803

Direitos autorais 2017 Argumentos Pró-Educação 


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Fontes de apoio

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade do Vale do Sapucaí

Mestrado em Educação da Univás


Contador iniciado em 29/12/2018

Flag Counter