Formação de professores dos anos iniciais da EJA em universidades estaduais paulistas

Alessandra Fonseca Farias, Yoshie Ussami Ferrari Leite

Resumo


Este artigo propõe uma reflexão sobre o espaço da Educação de Jovens e Adultos (EJA) dentro do processo de formação inicial de cinco cursos de Licenciatura em Pedagogia de Universidades Estaduais Paulistas: USP, UNESP e UNICAMP. Nosso objetivo foi o de verificar como estes cursos contemplam a formação específica em EJA no Projeto Político Pedagógico desenvolvido nas instituições. Esta investigação tem suas bases metodológicas na abordagem qualitativa direcionada pelos estudos de Sandín Esteban (2010); para a revisão de políticas públicas utilizamos a análise documental descrita por Cellard (2008) e para a coleta e análise de dados empíricos contamos com as contribuições de Triviños (2008). Os dados permitiram identificar que o preparo do professor de jovens e adultos ainda não é realmente contemplado na prática de formação docente nos cursos de licenciatura em Pedagogia e que, portanto, cabe às instituições formadoras desenvolvê-la de modo a atender as políticas recentes e pertinentes.


Texto completo:

Farias


DOI: http://dx.doi.org/10.24280/ape.v3i9.343

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Argumentos Pró-Educação, Pouso Alegre, MG, Brasil - ISSN: 2448-2803

Direitos autorais 2017 Argumentos Pró-Educação 


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Fontes de apoio

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade do Vale do Sapucaí

Mestrado em Educação da Univás


Contador iniciado em 29/12/2018

Flag Counter